Aos 14 anos, estudante paulista lança saga fantástica inspirada em J.K. Rowling

Por iG São Paulo , Natália Eiras | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Fã de “Harry Potter”, Ana Carolina Jalles teve a ideia de “A Lenda dos Cristais” durante uma aula de Biologia. Livro chega às livrarias pela editora Novo Século este mês

Enquanto para as colegas de classe Biologia era apenas mais uma aula chata, Ana Carolina Jalles, de 14 anos, viajava em um mundo onde sete garotas ruivas protegiam o planeta de bruxos malignos, inspirada pelos cabelos vermelhos de sua melhor amiga, sentada na carteira da frente. Quando terminou o dia, Ana já tinha na cabeça toda a trama de “A Lendas dos Cristais”, livro que chega às livrarias neste mês pela editora Novo Século. “Foi chegar em casa e começar a escrever”, conta a estudante.

LEIA MAIS: Em best-seller, garotos do lixo lutam contra corrupção
'Meninas Malvadas, 'Carrie', 'Karatê Kid': 10 filmes imperdíveis sobre bullying

Divulgação
Capa de "A Lenda dos Cristais"

Inspirada em sua paixão por “Harry Potter”, a moradora de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, inventou uma lenda em que Merlin e Morgana, personagens da Távola Redonda, foram amantes.

O fruto desta relação, Sarah, tinha sete filhas que possuíam, cada uma, um colar de cristal. Com o tempo, estas garotas se distanciaram e levaram consigo as pedras.

Siga o Twitter do iGirl

Séculos mais tarde, os cristais foram parar nas mãos de sete garotas ruivas, que se conhecem quando a lenda vem à tona. Estas meninas se unem, então, para impedir Cien, um bruxo das trevas, de transformar o sol em uma luz negra.

Desde muito pequena, Ana pedia para sua mãe inventar histórias e foi este hábito que despertou a escritora dentro dela. “Isto ajudou muito a minha imaginação”, diz. Por isso, ela começou a escrever cedo, aos 10, quando uma professora pediu para ela criar uma trama durante a aula de redação. “Foi quando eu me empolguei”, conta.

Hoje em dia, ler e inventar contos são as atividades favoritas de Ana Carolina. “Se eu não leio, eu me sinto incompleta. É uma coisa muito natural para mim”, diz a estudante do 9º ano do ensino fundamental.

E MAIS: Fãs de "Veronica Mars" arrecadam R$ 4 milhões para filme

Ana acredita que todo mundo é um leitor em potencial. “Quem não gosta de ler é porque não encontrou o livro certo”, afirma. Quando questionada se sua obra pode ajudar outras pessoas a encontrarem o prazer na leitura, ela responde: “Dependendo do gosto, sim. O gênero fantasia é legal pois te leva para um outro mundo diferente do nosso.”

Divulgação
Ana Carolina teve a ideia de "A Lendas dos Cristais" durante uma aula de Biologia

Apesar de considerar os livros seus melhores amigos, Ana passa bem longe da saga “Crepúsculo”. “Não gosto quando o romance fica muito no centro da história”, explica. Entre as séries adolescentes, os preferidos dela são “Peter Jackson” e “Diário de um Vampiro.”

Quero ser J.K. Rowling

A saga “Harry Potter”, no entanto, é a sua favorita absoluta. “Eu li todos os livros em português e em inglês. Eu gosto muito mesmo”, deixa claro Ana, cujo personagem favorito é Sirius Black.

Curta o iGirl no Facebook

Antes de se tornar um livro, “A Lenda dos Cristais” foi apenas uma das várias histórias de fantasia que Ana Carolina publicava no site “Nyah!”. Esta foi, no entanto, a mais bem-sucedida entre os visitantes da página. “O pessoal comentava que estava gostando bastante. Foi por causa da repercussão lá que eu mandei o texto para a editora”, explica.

O volume saiu depois de dois meses e meio de trabalho e foi aprovado logo na primeira tentativa da Ana. “Eu enviei o texto só para a Novo Século e nem estava esperando uma resposta positiva”, diz. “Por isso não contei nem para minha e nem para o meu pai. Eles ficaram sabendo quando a editora disse que iria publicar a história”.

As melhores amigas de Ana, inclusive Natália, a garota cujo os cabelos inspirou a autora, souberam da notícia na mesma época. “Elas ficarem bem animadas, porque já tinham lido outros textos meus.”

Atualmente, Ana está para lançar os dois últimos volumes da trilogia iniciada por “A Lenda dos Cristais”. “Vou registrá-los primeiro”, diz. Porém, a estudante ainda não sabe se vai levar a literatura como carreira. “Por enquanto, escrever vai ser apenas um hobby. O meu sonho é ser autora, mas eu não sei se consigo levar isto para a vida toda e eu quero fazer faculdade de Direito”, explica ela. “Então não sei ainda qual profissão vou seguir.”

Apesar da incerteza quanto ao futuro, quando pergunto quem ela gostaria de ser quando crescer, ela responde prontamente: “J. K. Rowling!”

CONTINUE LENDO: Escola forma jovens bruxas em Santo André
De luvas cor de rosa, meninas mostram no ringue que luta é coisa de mulher

 

Leia tudo sobre: A Lenda dos CristaisLiteraturadica de livro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas