Como montar um look sertanejo

Está aberta a temporada de rodeios! O estilo country está em alta e traz com ele o xadrez, as franjas, o colete e até o corpete. Inspire-se

Nathalia Ilovatte , iG São Paulo | - Atualizada às

Fabio Setimio/ Fotoarena
Chapéus, leggings, jeans e coletes se juntam às botas e camisas na composição dos looks country

O mês de julho está chegando e, com ele, o momento perfeito para tirar as botas e o chapéu do guarda-roupa. No dia 12 começa a Festa do Peão de Americana , seguida pela de Barretos , a maior do Brasil, que tem início já no dia 16. Logo depois é a vez de Jaguariúna sediar o segundo maior evento sertanejo do país. E o que não falta para os fãs do estilo country é motivo para cair na estrada em busca dos melhores shows e rodeios.

LEIA TAMBÉM: Blog "Sertanejo", por Marília Neves: “'I Love You' cheirava sucesso”, dizem Marcos e BeluttI. Conheça a nova coluna

Fabio Setimio/ Fotoarena
A loja do Villa Country, em São Paulo, precisou se adaptar ao novo público com peças mais básicas

Na última quarta-feira (20), o iG foi à festa de lançamento de Barretos 2012 , no Villa Country , em São Paulo (SP), para aprender com quem estava por lá como se vestir para uma balada sertaneja. E não faltaram estilosas voluntárias dispostas a ensinar. 

Siga o iGirl no Twitter

“Tem que ter bota e camisa xadrez. Quando você vem assim, à caráter, chama mais atenção e é mais fácil ser tirada para dançar”, garante a assessora Kelly Fernanda Barbosa, de 22 anos. "Bota, camisa xadrez, um short jeans com meia-calça... Tudo isso faz parte do estilo country", diz a auxiliar administrativo Mônica Bezerra, que embora adore baladas sertanejas, só tira a camisa e as botas do armário quando sai à noite.

A camisa xadrez parece mesmo a favorita do público, e a popularidade da peça nas baladas sertanejas é tanta que alguns fãs que seguem o estilo abriram mão dela. “Uso bota e short, mas não camisa xadrez, porque é muito modinha”, critica a estudante Thais Tessarolo, de 21 anos. “Todo mundo usa, parece quadrilha”, brinca a vendedora Fabíola Barreira, de 20 anos.

LEIA MAIS: Famosas resgatam a moda da barriga de fora. Você usaria?

Além da versátil camisa, que aparece abotoada por completo ou com as pontas amarradas na altura da cintura, outro ítem frequente nas baladas sertanejas é a bota, que pode ser combinada com a calça saint-tropez tão citada pelo cantor Leonardo (e que hoje se chama trompete ou flare), com skinny, minissaia ou short jeans. E aí vale usar as de salto e cano altos e também as baixas, de camurça, mais descontraídas.

Curta o iGirl no Facebook

Vestidos bandage, embora não remetam ao figurino dos caubóis e rainhas de rodeios, também aparecem por lá, e uma novidade é o corpete à la Paula Fernandes, que não está sozinha no posto de ícone de estilo country. “Thaeme e Maria Cecília me inspiram mais”, conta a auxiliar administrativo Cibele de Melo, de 20 anos.

Fabio Setimio/ Fotoarena
A arquiteta Karen Formaglio conta que antes da moda country e sertaneja o estilo dela era definido como hippie chic

A adoção de peças menos típicas do que jaquetas de franjas e cintos com enormes fivelas faz parte da disseminação da moda country pelas grandes cidades. “Nosso público mudou. Está menos sertanejo, mais urbano. A loja, que era mais caracterizada, precisou diversificar os produtos”, afirma Vera Lúcia Souza, vendedora da loja do Villa Country há dois anos. “Quem não entende de moda sertaneja vem à loja querendo se inserir e procura o mais básico”, afirma.

LEIA TAMBÉM: Miley Cyrus é adepta das sem sutiã. O que você acha dessa moda?

Embora em alta agora, a moda country já teve maus momentos. “Sempre me vesti assim, inclusive no dia-a-dia, e antes rolava muito preconceito. Até pouco tempo atrás era brega, mas hoje todo mundo gosta”, diz a publicitária Beatriz Durlo.

Todo mundo gosta, inclusive os meninos. “A garota ganha pontos se vier à caráter. E o corpo tem que ser valorizado pela roupa”, diz o empresário Marcelo Kehl, de 24 anos. No entanto, eles preferem que essa valorização seja feita com parcimônia. “Não pode ser muito vulgar”, diz o estudante Rafael Matta, de 24 anos, que acha que decotes e shortinhos têm limites.

Veja looks da Festa de Lançamento de “Barretos 2012”:

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG